Caicó: Eleição da mesa diretora feita 'as escuras' e sem quorum, tem tudo para ser anulada

março 26, 2018


A eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Caicó que ocorreu na movimentada sessão do dia 21 de Março de 2018, pode ser anulada.

A sessão foi feita durante o apagão que atingiu todo o Nordeste. Para começar a sessão chegou-se até usar um Gerador de energia, mas foi desligado no decorrer. 

A chapa de Mara Costa que tem o apoio do G7(grupo composto por 7 de 15 vereadores) foi a vencedora. A chapa de Zaqueu Fernandes que tem o apoio do G8(grupo composto por 8 de 15 vereadores) não chegou a participar da eleição, pois foi eliminada com a justificativa de "ter feito a candidatura coletiva" oque segundo o regimento interno é proibido, porém o Vereador Zaqueu Fernandes tem provas de que fez tudo como diz o regimento e fez sua candidatura individual.

A decisão de eliminar a chapa de Zaqueu Fernandes foi proferida pelo presidente da casa, Odair Diniz.

Além de eliminar uma chapa que, aparentemente, estava de acordo com o regimento interno, a eleição foi feita sem o quorum minimo de 7 + 1 vereadores. Como também a sessão prosseguiu sem o fornecimento de energia elétrica, utilizando-se de lanternas para clarear a bancada.

Em entrevistas a rádios locais, Zaqueu Fernandes prometeu levar o caso a frente, para que a justiça seja feita e novas eleições venham acontecer.

Você pode gostar também..

0 comentários

Sobre Nos

Notícias de Caicó, região do Seridó, Rio Grande do Norte, Brasil e do Mundo!

Nosso Facebook